Os malefícios existem?

agosto 19, 2011

Uma das dúvidas mais comuns de muitos cristãos é: existe a possibilidade de uma pessoa realizar uma obra do mal para prejudicar alguém? Lamentavelmente, a resposta é afirmativa.Trata-se da realidade dos malefícios.

 O malefício é o desejo de provocar o mal em uma pessoa, com a intervenção do demônio. Se a pessoa não é capaz de agir diretamente, procura feiticeiros ou magos.

Nunca como em outros tempos, cresceu tanto a magia, ocultismo, bruxaria, culto do diabo, cartomantes… Alguns vão a estes lugares sem má intenção, fazem isto por não conhecerem quem de fato é Deus.

 O alerta de Deus, sobre o que sucede a quem se dá a estas práticas: “Não vos dirijais aos espíritas nem aos adivinhos: não os consulteis, para que não sejais contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.”( Lv 19,31). Estas palavras revelam que existe o risco de expor-se à influência maligna ou possessão para quem busca a magia, seitas satânicas, consulta aos mortos, adivinhação do futuro…

 Por outro lado, existem aqueles que buscam os magos e feiticeiros, com o propósito já definido: querem prejudicar a vida pessoal, familiar ou profissional de alguém.

Por meio do malefício desejam separar um casal, e talvez atrair uma das pessoas para si, trazer tristeza, doenças, problemas financeiros, e inclusive a própria morte.

 Os meios para alcançar este fim são os mais diferentes:

 – levar aos feiticeiros ou magos artigos pessoais ou fotografia da pessoa a quem se deseja fazer o mal.

– dar objetos, alimento, líquidos consagrados ao maligno, ou colocá-los em algum lugar sem que a pessoa saiba.

 O malefício tem espaço para agir onde encontra o pecado, medo e ignorância. Em 1 Pdr 5,8-9 lemos: “Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar.Resisti-lhe fortes na fé…” O demônio somente agirá se encontrar a brecha para entrar.

 A vigilância começa com o que vemos, ouvimos,falamos. O pecado vem da desobediência a Deus, e o medo da falta de conhecimento e experiência do amor de Deus.

 Também é importante não abrir espaço para nenhum tipo de superstição. É necessário acreditar que Deus é capaz de cuidar de nós.

 Por isso, a oração e a Palavra de Deus tem que ser o alimento diário. A confissão o escudo para não permitir que o demônio tenha como nos acusar.Ter na Eucaristia o encontro com Jesus, fonte de todas as  graças. E sem dúvida alguma contar com a intercessão da doce Virgem Maria, por meio da devoção do santo terço.

 Um conselho importante: conservar em casa e trazer junto de si objetos abençoados pela Igreja (crucifixo, medalhas, escapulário..)

 Podemos acrescentar o uso de sacramentais  como: Água, óleo e sal bentos.

 A última questão:

 O que fazer com objetos consagrados ao maligno?

 Um gesto muito simples: Aspergi-los com água benta e queimá-los fora de casa. Enquanto estiverem queimando pedir a proteção do sangue de Jesus. A seguir jogar as cinzas em água corrente, e lavar as mãos com água benta.

 Oração Contra todos os Malefícios

Senhor tende piedade de mim
Senhor tende piedade de mim

Cristo tende piedade de mim
Cristo tende piedade de mim

Senhor tende piedade de mim
Senhor tende piedade de mim

Deus de Todo Poder, Soberano dos séculos, Tu que estás em todos os lugares, e conheces tudo; Tu que fizeste tudo e que tudo transformas com a tua soberana vontade; Tu que na Babilônia salvaste os três jovens da fornalha ardente ficando entre eles e o fogo; Tu que és médico e remédio das nossas vidas; Tu que és auxílio de todos os que te buscam de todo coração, torna em vão, afasta e põe em fuga cada força diabólica, cada presença e trama satânica, assim como cada influência maligna, maldade ou desejo de mal vindo de pessoas maléficas. Faz que em troca da inveja e dos malefícios eu receba a abundância dos bens, força, sucesso e caridade;

Tu, Senhor que amas os homens, estende as tuas mãos poderosas e os teus braços altíssimos para socorrer-me e visitar-me com a tua proteção e bênção.

Manda o teu anjo de paz acampar em minha volta para defender-me de toda força ruim, veneno e maldade das pessoas invejosas.

Na certeza do teu auxílio posso com gratidão dizer:

“Não terei medo do mal porque sei que estás comigo, Tu és o meu Deus, minha força, Senhor poderoso, Senhor da paz e proteção para sempre.”

Tudo isso eu também te apresento pela intercessão da Virgem Maria, dos arcanjos São Miguel, Gabriel e Rafael e de todos os santos.
Amém.

Anúncios

FÉ E CURA

abril 8, 2011

 Quando lemos os relatos das curas realizadas por Jesus vemos que existe um padrão comum: a fé. As curas não aconteciam em virtude da fé de Jesus, e sim pela fé de quem pedia.

 Quando existia esta confiança no poder de Jesus, a cura era liberada. Em Mt 9,28-30 temos um deste testemunhos:“Jesus entrou numa casa e os cegos aproximaram-se dele. Disse-lhes: Credes que eu posso fazer isso? Sim, Senhor, responderam eles.Então ele tocou-lhes nos olhos, dizendo: Seja-vos feito segundo vossa fé. No mesmo instante, os seus olhos se abriram.” Estes cegos estavam convictos do poder de Jesus para curá-los, e, por isso, não permitiram que nada os impedisse de encontrá-lo. Aí esta apresentada a fé em ação.

 Quando somos movidos pela fé, nada nos impede de chegar a Jesus, porque no coração temos a certeza de que somente Ele tem a solução,para todas as nossas necessidades.

 Este mesmo padrão o encontramos na cura de um paralítico, relizada por Sao Paulo em Atos 14,8-10: “Em Listra vivia um homem aleijado das pernas, coxo de nascença, que nunca tinha andado. 9. Sentado, ele ouvia Paulo pregar. Este, fixando nele os olhos e vendo que tinha fé para ser curado, 10. disse em alta voz: Levanta-te direito sobre os teus pés! Ele deu um salto e pôs-se a andar.” A cura aconteceu porque o paralítico tinha fé para ser curado!

 É urgente crescer na fé para ser curado.

 Como crescer na fé?

 1º Ponto:  A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus: “a fé provém da pregação…” (Rm 10,17)

  Ponto – Acreditar no poder de Jesus para curar:  “Disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura: levanta-te e faze tua cama. E levantou-se imediatamente.” (Atos 9,34). Pedro não fez uma oração longa, e nem usou muitas palavras.  Ele somente disse: Enéias, Jesus Cristo te cura!

 3º Ponto – A cura já nos foi dada na cruz de Jesus para todas as enfermidades. “Pela tarde, apresentaram-lhe muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou ele os espíritos e curou todos os enfermos. Assim se cumpriu a predição do profeta Isaías: Tomou as nossas enfermidades e sobrecarregou-se dos nossos males (Is 53,4).” (Mt 8,16-17). Para Jesus não importa se a doenç é o pecado, tentação, depressão, enfermidade física, problema familiar ou profissional, existe o remédio para cada doença.

 A parte de Jesus foi realizada na cruz, a nossa é crer no seu poder. Quando o poder de Jesus se encontra com a nossa fé, acontece o milagre.

 

 

 

Bispo certifica novo milagre da Virgem da Lourdes

 O Bispo de Angers (França), Dom Emmanuel Delmas, proclamou o milagre número 68 oficialmente reconhecido da cura de um homem que tinha perdido virtualmente a mobilidade na perna esquerda, ocorrido no dia 13 de abril de 2002, quando peregrinou ao Santuário da Virgem da Lourdes.

O Comitê Médico de Lourdes, composto por 20 doutores, constatou a “súbita cura funcional, sem relação com terapia alguma e mantida até a atualidade, 8 anos depois” que Serge François, um homem de 56 anos que logo depois de sua cura fez o caminho de Santiago da Compostela a pé, percorrendo 1 570 quilômetros, para agradecer por esta graça.

Sobre o milagre, Dom Delmas recorda que este foi produzido quando Serge “logo depois de ter rezado perante a Gruta se dirigiu às fontes para beber e lavar o rosto. Pode-se ver nesta cura uma atuação particular da Virgem Maria para com este homem”.

Para o Bispo, “esta cura pode ser considerada como um dom pessoal de Deus para este homem, como um ato de graça, como um sinal de Cristo Salvador”.

Serge François, tinha perdido virtualmente a mobilidade na perna esquerda por uma hérnia de disco aparecida por complicações cirúrgicas relacionadas a duas operações. Depois da cura, assinala o jornal La Razón, cresceu sua vida de fé e de oração, e hoje reza muito por outros doentes. Voltou para a Lourdes em 2003, informou sobre o seu caso ao Comitê Médico e assim teve início o processo de estudo do caso.

Sobre o caso, o Bispo de Tarbes e Lourdes (França), Dom Jacques Perrier, afirmou em uma nota publicada no site do Santuário na internet, que “os médicos de hoje em dia são reticentes ante o qualificativo ‘inexplicável’, a menos que se acrescente ‘no marco dos conhecimentos científicos’. Preferem ater-se a um fato: tal cura é hoje inexplicável. Esta reserva lhes parece indispensável para não ser desqualificados logo por aqueles colegas que rejeitam o inexplicável”.

 

 

 

 

 


Deus ainda cura?

outubro 12, 2010

Eu ouço constantemente as pessoas dizerem “É a vontade de Deus” ou “Tenho que me conformar com a situação”, quando são confrontadas com uma doença grave ou uma tragédia. O cristão não pode cair nesta armadilha da fatalidade ou conformismo diante da vida. O nosso Deus é maior do que todos os problemas! Para Ele não existem coisas impossíveis! Jesus disse aos seus discípulos que “que é necessário orar sempre sem jamais deixar de fazê-lo.” (Lc 18,1), e logo a seguir perguntou “Por acaso não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que estão clamando por ele dia e noite? Porventura tardará em socorrê-los?” (Lc 18,7).

 Aprenda a orar a Deus pedindo a cura. Não Pare. Não desista. Não deixe seus pensamentos, circunstâncias, aparentes demoras ou pessoas tirarem do seu coração a certeza de que Deus salva, cura, liberta, conforta, renova. E Ele faz tudo isso porque é amor!

 Nosso Senhor Jesus Cristo dedicou boa parte do seu ministério para curar e libertar as multidões que o seguiam: “Pela tarde, apresentaram-lhe muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou ele os espíritos e curou todos os enfermos.” (Mt 8,16). Ele fez os seus discípulos entenderem a importância de continuarem esta obra: “Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.   Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!” (Mt 10,7-8). No livro de Atos dos Apóstolos vemos os as curas acontecendo. Na história da Igreja temos o relato da vida dos santos e dos santuários mostrando a beleza do poder de Deus. Estas evidências apontam para a certeza de que onde existir uma pessoa enferma a bênção estará sempre a disposição. Basta crer, pedir, interceder e Deus abrirá as comportas do céu!

 Não se espante com as minhas afirmações. É a Bíblia quem nos dá o incentivo para orar pela cura. Por exemplo em Tg 5,14-15: “Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá. Se ele cometeu pecados, ser-lhe-ão perdoados.” e completa “Confessai os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros para serdes curados. A oração do justo tem grande eficácia.” (Tg 5,16).

 Só alguém que enfrenta ou partilha de uma grave doença, dor ou tragédia sabe como é difícil este momento. Eles sabem como é duro lidar com o medo e a incerteza. Eles sabem como soa absurdo quando alguém diz Não podemos perder a esperança”. Eles sabem como é terrível lidar com a dúvida. Jesus disse: “se tiverdes fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta-te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível.” (Mt 17,19-20). Estas palavras são cheias de ternura, pois Nosso Senhor esta falando da importância de dar crédito à Palavra de Deus. Isso é fé. Nunca se imagine indigno de merecer o favor de Deus. Ele esta sempre pronto a agir em sua vida!

 Deus abençoe você e atenda todas as suas intenções! Ele tem um milagre para a sua vida! Coragem!

Sinta nestas palavras, a minha oração pessoal por você:

 Deus dos impossíveis, em nome de Jesus,

envia o Espírito Santo, sobre teus filhos e filhas,

para despertar a fé, e conceder todas as graças e milagres,

para este momento de suas vidas!

Se você quiser aprofundar este tema quero recomendar a leitura deste livro de minha autoria:

Você o adquire nas melhores livrarias católicas, ou entrando agora em nossa loja virtual:

http://www.lojaencontrocomcristo.com.br/produtos_descricao.asp?lang=pt_BR&codigo_produto=29


O caminho dos 10 mandamentos

janeiro 21, 2010

Quantas pessoas iniciam sua caminhada com Cristo tendo no coração a seguinte pergunta: e agora o que tenho que fazer? A resposta quem a dá é Jesus Cristo: “ Se queres entrar na vida, observa os mandamentos? (Mt 19,17). O segredo para crescer na comunhão com Deus e receber as suas bênçãos está em viver a regra de vida dos dez mandamentos. Aí está apresentada a escada do céu.

Se os cristãos cumprissem os dez mandamentos o mundo seria transformado pela força da Palavra de Deus. Eles são a bússola que marca a direção adequada e perfeita para que o homem seja o que deve ser. Apenas o ser humano se separa destes dez mandamentos, a humanidade sofre uma decadência enorme. Os dez mandamentos, segundo a palavra do papa João Paulo II, são ” a consciência da humanidade e representam a síntese da Sabedoria de salvação. Eles determinam as bases essenciais do comportamento, decidem o valor moral dos atos humanos, permanecem em relação direta com a vocação de vida eterna do homem.”

A primeira impressão causada pelos dez mandamentos é o de serem algo negativo: : “Não terás outros deuses diante de mim… não matarás. Não cometerás adultério. Não roubarás. Não apresentarás falso testemunho…” (Êx 20, 3; 13-16). Na verdade o espírito destas palavras não é levar a uma simples e fria observância da lei. Vistos por este ângulo, os dez mandamentos não teriam nada de diferente do regulamento de qualquer organização humana. O cristianismo não é um clube, partido político ou uma ONG. É o caminho seguro para viver a salvação e felicidade. Cada mandamento foi escrito pelo dedo amoroso de Deus, e somente podem ser entendidos e vividos neste mesmo amor sobrenatural. Todos os mandamentos são importantes e possíveis de serem praticados, desde que se tenha presente que eles são, segundo Jesus, as leis do amor (cf. Mt 22,34-40.)

Oração pela Efusão do Espírito Santo

Vem, Espírito Santo,

E renova em mim a chama do Teu amor.

Enche-me de fé, Senhor,

E revela com Tua luz todos os meus pecados e traumas.

Liberta-me, Espírito Santo,

E faz de mim uma nova criatura.

Santifica o meu espírito e alma,

Renovando também todo meu ser, emoções,

Mente, ouvidos, olhos, lábios e atos.

Capacita-me a viver a Palavra de Nosso Senhor

Jesus Cristo em toda sua profundidade.

E agora, Santo Espírito,

Dá-me os Teus dons

Para que eu possa melhor servir o reino de Deus,

Amando, indistintamente, todos meus irmãos.

Mas, acima de tudo, derrama o Dom do louvor,

Para que, em tudo e por tudo,

Eu glorifique o Senhor Nosso Deus.

Em nome de Jesus.

Amém

“Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo” (Lc 3, 16b).