Precisamos do Espírito Santo!

maio 28, 2011

Nosso Senhor Jesus Cristo nos revela que existe somente uma forma para provar que somos seus discípulos: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.” (Jo 14,15).

Para Jesus o testemunho do nosso amor por Ele,deve se manifestar na alegria de viver o evangelho. E isso não se faz somente com boas intenções ou palavras bonitas, mas sobretudo através de atos. Ninguém pode dizer amar a Jesus e ao mesmo tempo fazer o mal. O egoísmo, ódio, mentira, desonestidade, adultério, violência…são próprios de quem não vive Jesus.

Pelas nossas próprias capacidades jamais seríamos capazes de viver assim. Por isso, a quem esta pronto a amar e viver os seus mandamentos, Jesus promete: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco.” (Jo 14,16)

A palavra Paráclito, em grego tem vários significados: pessoa que ajuda em uma situação de angústia, defende de algum perigo, aconselha…

Jesus mostra aos seus discípulos a importância do Espírito Santo: quem o tem recebe força e luz para enfrentar a vida,e mudar da derrota para a vitória. O Espírito Santo é um dom, isto é, presente gratuito para quem?

Jo 14,15-16

“Se me amais, guardareis os meus mandamentos.E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco.”

Espírito Santo tem como missão continuar a obra de Jesus. Ninguém experimenta a alegria do amor de Deus,e a manifestação de suas maravilhas,se não estiver cheio do Espírito Santo. Aí esta a causa da força o fraqueza de muitos cristãos.

Sto. Inácio de Antioquia, que morreu mártir em Roma, no início do II século, afirmava que o Espírito Santo é como uma fonte jorrando no coração e sussurra: “Vem, vem para Deus”.

São João Maria Vianney escreveu “Aqueles que possuem o Espírito Santo não produzem nada de mau; todos os frutos os frutos do Espírito Santo são bons…quando se possue o Espírito Santo, o coraçao dilata-se e mergulha no amor de Deus.”

O Espírito Santo nos ajuda a entender a necessidade de buscar a Deus, e a viver a fé com entusiasmo. Ele dá força para vencer o pecado, acabar com a escravidão dos vícios, e crer em milagres. O Espírito Santo tira o medo de testemunhar Jesus.

Não podemos tratar o Espírito Santo como um estranho, Ele habita em nós, pois o recebemos no batismo. Deixá-lo agir significa a coragem para se tornar uma nova criatura, um outro Cristo.

O Espírito Santo precisa de nós para ser Paráclito. Ele quer consolar, defender, exortar; mas não tem boca, mãos, olhos para «dar corpo» a seu consolo. Uma vez transformados por Ele, as nossas mãos, nossos olhos, nossa boca passam a ser o canal para chegar nas pessoas e no mundo.

Precisamos reconduzir a Igreja ao cenáculo, para isso precisamos pedir todos os dias ao Espírito Santo para que nos guie e ilumine.

Reze comigo:

Oração_ao_Espírito_Santo

Anúncios

Preparar o Natal com Jesus

dezembro 3, 2010

O tempo do Advento nos ajuda a parar para pensar por que nós celebramos o Natal? Se nós não paramos para pensar o “porquê” destes dias tão belos, então, provavelmente cairemos na armadilha do Natal sem Jesus.

Alguma vez você já entrou em seu carro para ir a algum lugar e, em seguida, sem saber acabou indo na direção errada? Bem, isso é exatamente o que pode acontecer com a nossa festa de Natal, se não aproveitamos o tempo do Advento para preparar o nascimento de Jesus. Para viver bem o tempo do Advento é necessário deixar-se conduzir pelo Espírito Santo.

Uma das primeiras dimensões é a conversão, isto é a mudança de rota em nossa vida. Em 2Cor 5,17 lemos: “Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!” Ninguém é capaz de se tornar uma nova criatura sozinho. Quem tem Cristo, tem esta nova vida. O sacramento da reconciliação (confissão) é um instrumento importante para quem deseja crescer na vida com Deus.

Outra dimensão é renovar a vida de oração. Aí esta uma das dificuldades, inclusive de muitos cristãos, entenderem a importância da oração para manter a vitalidade da fé. Para isso, é necessário a humildade para reconhecer a necessidade de aprender a rezar. E isso se faz com a ajuda de alguma pessoa preparada para esta tarefa; por meio da leitura de bons livros sobre espiritualidade; e na medida do possível com um diretor espiritual.

Neste Advento, faça a experiência de criar todos os dias um momento de recolhimento para estar a sós com Deus. Procure chegar uns 20 minutos antes da missa começar, para se preparar espiritualmente. Descubra a beleza de fazer uma visita de 15 minutos (no mínimo) ao Santíssimo Sacramento, uma vez por semana. Mais próximo do Natal busque o perdão de Jesus na confissão.

Não se esqueça de que muitas famílias não terão nada em sua ceia natalina. Sozinho ou unido a outras pessoas da sua paróquia (esta segunda opção é melhor), comprometa-se a ajudar uma ou várias famílias com mantimentos natalinos.

Estas atitudes simples, impedirão de ir na direção errada do Natal. Natal é a ocasião para deixar a luz de Cristo brilhar no coração, e despertar uma nova alegria diante da vida. Natal nos une ao amor de Deus, e nos confia a missão de espalhar este amor a todas as pessoas.


março 18, 2010

Boas vindas

dezembro 9, 2009

Estou começando estes  artigos para levar de um modo mais amplo a Palavra de Deus a todas as pessoas, como ordenou o próprio Jesus em Mc 28,19 “Ide, pois, e ensinai a todas as nações…“.

Levar a Palavra de Deus é levar Jesus para o coração das pessoas. Esta é justamente a maior necessidade do coração humano: encontrar com o amor. E o verdadeiro amor só Jesus é capaz de dar. Tenho a certeza que estaremos juntos nesta aventura maravilhosa. Prepare-se para experimentar a manifestação do poder de Deus em sua vida.

Deus te abençoe, os anjos te protejam e salve Maria!