PENTECOSTES: A VINDA DO ESPÍRITO SANTO!

No final do século XIX, a bem-aventurada madre Elena Guerra, freira italiana, por diversas vezes exortou o Papa Leão XIII a levar a Igreja de volta ao Cenáculo de Jerusalém.

 Nas primeiras doze cartas confidenciais de madre Elena ao Papa Leão XIII, ela escreve:

 “Santo Padre, o mundo é mau, o espírito de Satanás triunfa em nossa sociedade pervertida e afasta uma multidão de almas do Coração de Jesus;

 Tantas novenas são feitas, mas aquela Novena, que por ordem de Nosso Senhor em pessoa, foi recitada até por Nossa Senhora e pelos Apóstolos, está agora quase esquecida, a novena de Pentecostes.

 Amado Santo Padre, somente Tu podes fazer os cristãos retornarem ao Espírito Santo, de forma que o Espírito Santo possa retornar a nós, derrotar o reino do demônio e conceder-nos a tão almejada renovação na face da terra.” ( 17 de abril de 1895)

 A reação de Leão XIII foi de acolhimento a este pedido. Ele escreve uma belíssima encíclica Sobre o Espírito Santo, onde convida toda a Igreja a fazer antes da festa de Pentecostes uma novena para pedir ao Senhor que não permita que se apague o fogo do Espírito Santo, um dia aí aceso.

 Quando chega a passagem para o século XX, Leão XIII consagra o mundo e a Igreja ao Espírito Santo.

 O papa João XXIII, admirador da obra sobre o Espírito Santo de madre Elena Guerra, na sua carta de convocação para o Concílio, dada em Roma no dia 25 de dezembro de 1961, enviada aos bispos do mundo inteiro, faz uma oração pedindo a Deus:“Renova em nossa época os prodígios como que um novo Pentecostes…”

 E por fim vale a pena lembrar também as palavras do papa Paulo VI (29 de novembro de 1971):

 “ Que necessidades pressentimos no momento para a nossa querida e bendita Igreja? O que nos faz falta é o Espírito Santo, animador e santificador …

 A Igreja tem necessidade de um contínuo derramar do Espírito Santo: precisa de fogo no coração, palavra nos lábios, profecia nos olhos da alma.”

 Todos estes testemunhos apontam para aquele domingo glorioso, cinqüenta dias após a Páscoa,  por ocasião da Festa de Pentecostes, quando o Espírito Santo foi derramado.

                                                                     Atos 2,1-4

Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e repousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo.”

 Neste dia a Igreja foi inaugurada para o mundo, e as pessoas, presentes na sala do cenáculo, transformadas de dentro para fora. Todos foram revestidos de uma nova coragem para testemunhar o nome de Jesus.

 Quando vemos o efeito da vinda do Espírito Santo na vida da Igreja primitiva, descobrimos que não se pode perder este espírito de Pentecostes.

 Esta é uma questão de vida ou morte para a vida espiritual.

 Por quê?

 O Espírito Santo é o poder que vem do Pai e do Filho para trazer a plenitude do amor divino e o fogo que o Cristo prometeu mandar sobre a terra.

 Quando a pessoa é mergulhada na certeza do amor de Deus, torna-se capaz de vencer o pecado, libertar-se dos vícios, sentir-se em paz para viver com uma nova alegria a vida. Ela não pode mais fazer nada de errado ou prejudicar algum semelhante, porque sabe que ofenderá a Deus. Ao mesmo tempo, o fogo do Espírito dá um desejo renovado de buscar a Deus e também testemunhá-lo diante do mundo.

 Não existe espírito de Pentecostes se não acontece uma mudança de vida e também o compromisso de levar Jesus para quem ainda não o conhece.

 Neste momento, o Senhor deseja incendiar o seu coração com o fogo do Espírito. Não tenha medo de se entregar.

 

VEM ESPÍRITO SANTO

 Vem, Espírito Santo!

Vem, Espírito Santo,

E envia do alto do céu

Um raio da Tua luz.

Vem, pai dos pobres,

Doador da divina graça

E luz dos corações.

És consolo e defensor,

Amável hóspede dos corações

E alívio incomparável.

És descanso no trabalho,

Brisa no calor ardente

E consolo na aflição.

Ó ditosa luz divina,

Ilumina plenamente

O coração dos Teus fiéis.

Sem Ti não pode haver

Em homem algum, jamais,

Inocência nem bondade.

Vem livrar-nos do pecado,

Abrandar nossa aridez

E curar nossas feridas.

Concede-nos que possamos

Superar nossa obstinação,

Vencer a nossa apatia

E nos guardar no bom caminho.

Àqueles que crêem em Ti

E em Ti confiam, concede

Os Teus sete dons sagrados.

Como prêmio da virtude,

Dá -lhes a felicidade e a alegria.

Amém.

 

 

Uma resposta para PENTECOSTES: A VINDA DO ESPÍRITO SANTO!

  1. Vanessa disse:

    Nossa lindooo,me deu uma imensa paz apos ler,meu Deus obrigada,que Deus continue a te usar Querido Padre.beijos no coraçao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: