Encontrar Jesus

Por que, para muitas pessoas, a fé e as práticas religiosas já não são mais o ponto de apoio diante da vida? Por que a falta de vontade, o cansaço, o incômodo para participar da Igreja?Por que os jovens não se sentem atraídos? Por que, em resumo, esta monotonia e esta falta de alegria entre os cristãos?

 O episódio da transfiguração nos ajuda a dar uma resposta a estas questões. O que a transfiguração significou para os três discípulos que a presenciaram? Até então haviam conhecido Jesus em sua aparência externa, um homem não diferente dos demais, de quem conheciam sua procedência, seus costumes, seu tom de voz… Agora conhecem outro Jesus, o verdadeiro Jesus, o que não se consegue ver com os olhos de todos os dias, à luz normal do sol, mas que é fruto de uma revelação, de uma mudança, de um dom de Deus.

Para que as coisas mudem também para nós, como para aqueles três discípulos no monte Tabor, é necessário que aconteça em nossa vida algo semelhante ao que ocorre em um namoro. No namoro o outro, o amado, que antes era um entre muitos, ou talvez um desconhecido, de repente se converte em único, o único que interessa no mundo. Os dois encontram tempo para estarem juntos, quando estão distantes sentem falta um do outro. O que aconteceu? Sentem-se atraídos um pelo outro.

A vida cristã verdadeira tem que ser assim. É necessário sentir a alegria de estar com Jesus. Alguns poderão dizer: quando duas pessoas se apaixonam podem se ver, tocar. Também Jesus o vemos e tocamos! Realizamos isso com outros olhos e outras mãos: a fé e o coração. Este foi o caminho dos discípulos:

                                                                                                                                                                                                                  Mt 17,1

“…Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os a parte a uma alta montanha”

 Subir a montanha tem vários significados espirituais. A montanha indica a importância da terra estar unida ao céu. Quem sobe a montanha esta mais próximo de Deus. E fazemos isso, por meio da oração e também entrando em um lugar sagrado, uma igreja. Nestes dois momentos temos um encontro com uma pessoa real, viva: Jesus Cristo.

 No namoro humano podemos ficar decepcionados. Com Jesus as coisas são melhores, Ele nunca nos decepciona. Se o buscamos de coração, mais enamorados ficamos. O encontro diário pela oração, fortalece a nossa fé. A casa de Deus é a Igreja: é o lugar onde nos espera para nos alimentar com o Seu Corpo e Sangue de Jesus. Esta certeza é confirmada pela voz de Deus:

Mt 17,5

“daquela nuvem fez-se ouvir uma voz que dizia: Eis o meu Filho muito amado, em quem pus toda minha afeição; ouvi-o.”

 Aí esta o segredo de uma vida abençoada: Ouvir, buscar e testemunhar Jesus!

 

 

 

Nova-iorquino troca carreira de policial pelo sacerdócio

Nova-iorquino troca carreira de policial pelo sacerdócio –

A seus 25 anos de idade, Nicolás Fernández reunia para seus companheiros todas as qualidades de um bom policial e tinha uma promissora carreira neste corpo. Entretanto, em seu trabalho cotidiano descobriu que necessitava armas muito distintas para aliviar as “almas turbulentas” e decidiu se tornar sacerdote.

Nicolás, nascido em Staten Island de mãe irlandesa e pai espanhol, começou uma formação de seis anos no seminário São Joseph do Yonkers. Levava dois anos servindo como policial, quando inspirado pelos ensinamentos de João Paulo II e a visita do Bento XVI a Nova Iorque, mudou esta carreira pelo serviço sacerdotal.

 Conforme recolhe O Novo Jornal, o seminarista lembra que quando era policial, a gente ia a ele a lhe apresentar seus problemas pelo uniforme que vestia. “Agora, o farão porque terei uma batina de sacerdote”, indicou.O seminarista era patrulheiro da área da praia de Brooklyn e estava destacado ao quartel 61. Seu companheiro de patrulha sempre lhe dizia que poderia chegar muito rápido à farda de tenente. “Mas essa era a última coisa que eu queria”, “Decidi-me pelo sacerdócio influenciado pelos discursos e exposições de João Paulo II sobre a cultura da morte que inclui milhares de assassinatos, suicídios, homicídios e situações nacionais nas que as crianças estão sendo abandonadas ou são vítimas de maus tratos em seus lares por causa das drogas”, relatou Nicolás.

“Para essas almas turbulentas, nunca tive uma solução externa como polícia. Tem que haver uma mudança interior, uma mudança no coração e para isso, é necessário ser sacerdote”, concluiu.

 Fonte: Aci digital
Local:Nova Iorque (EUA)

 

Uma resposta para Encontrar Jesus

  1. Vanessa disse:

    Nossa e uma grande mudança de policial para sacerdote,fico feliz,pois Deus faz maravilha mesmo,e como mudar da agua pro vinho,assim ele nao apenas salvara sua vida,pois sendo um servo de Deus podera pregar e com isso salvar muitas e muitas vidas levando Jesus.Que maravilha,que bençao que Deus mude mais e mais cada um de nos.Grande beijo em seu coraçao Padre alberto(meu paizinho espiritual)que Deus ilumine e abençoe muito sua vida e que Deus abençoe muito servos de Deus como vc e esse ex policial agora servo de Deus.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: