O diabo existe? Qual a sua opinião?

 

 Muitos cristãos sinceros se perguntam: o Diabo existe? Esta dúvida vem pelo fato de terem ouvido ao seu redor que o diabo é uma invenção medieval para assustar as pessoas, ou uma maneira figurada para explicar a existência do mal.

 A Sagrada Escritura e o ensino da Igreja ensinam de um modo claro e sem dar margens para dúvidas: o diabo existe. É um ser pessoal, pervertido, que tem como objetivo levar os homens a se rebelarem contra Deus. O demônio é o grande agente das maldades humanas. Esta por detrás da perda dos valores morais, a destruição da família e da vida, o crescimento das drogas e alcoolismo, a violência das grandes cidades, guerras, corrupção política, mentira, desonestidades, perversidades… Mas se é assim, como ele age para alcançar o seu objetivo? O papa João Paulo II, em maio de 1991, no encontro com os jovens da Ilha da Madeira, nos dá uma ajuda preciosa:

 “A tática que Satanás empregou e que continua a empregar consiste em não se revelar, para que o mal que difundiu desde as origens se desenvolva por ação do próprio homem, por meio dos sistemas e das relações entre os homens, entre as classes e entre as nações, para que o mal se transforme cada vez mais num pecado estrutural e cada vez menos se possa identificá-lo como pecado pessoal.”

 Se alguém disser algo diferente, não estará falando fundamentado na verdade da Escritura e da Igreja. Os evangelhos em diversas passagens nos mostram Jesus expulsando os demônios. Certamente, Ele acreditava que eles existiam (Mt 4,1-11; Mc 1,34; Lc 10,18, 22,31; Jo 8,44).

 Os Padres da Igreja, isto é, aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII, responsáveis pelos principais conceitos da fé cristã, também falaram sobre o tema do demônio. Sto. Irineu, no século II, escreveu que o diabo é um anjo apóstata “tentando escurecer o coração daqueles que o servem”; quase na mesma época, Tertuliano disse: “o trabalho dos demônios é corromper a raça humana.”…

 A primeira vista, parece algo impossível de ser vencido. Porém, no século IV, Sto. Atanásio escreveu que “o campo de ação do demônio foi descoberto” pela vinda do cristianismo. Estas palavras tem o seu fundamento na obra de Jesus Cristo. Em 1Jo 3,8 lemos: “Eis porque o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do demônio.”. E lugar da vitória foi na cruz do Calvário!

 Em 29 de junho de 1972, falando sobre a crise da Igreja, o papa Paulo VI afirmou: “´Quais são hoje as necessidades mais importantes da lgreja? Uma das maiores necessidades da Igreja é a de defender-se desse mal que designamos por demônio.”

 Uma das primeiras armas é conhecer os caminhos pelos quais o demônio age. Ao mesmo tempo, é fundamental estar preparado espiritualmente. Algumas das armas para se defender são: oração pessoal, Sagrada Escritura, recitação do terço, sacramento da reconciliação e eucaristia…e vigilância para não cair em tentação.

 O que você pensa sobre este assunto? Fale comigo? Espalhe esta mensagem para outras pessoas!

Quero também apresentar um livro de minha autoria, para ajudar você a não se deixar enganar pelo demônio.

 

 

 

Você encontra estes livros nas melhores livrarías católicas perto de você, ou através do meu site, com desconto de 40%:

                                                                                       http://www.encontrocomcristo.com.br

Invocação a São Miguel Arcanjo
(pequeno exorcismo de Leão XIII)

São Miguel Arcanjo, defendei-nos neste combate; sede nosso auxílio contra as maldades e ciladas do demônio. Instante e humildemente vos pedimos que Deus sobre ele impere, e vós, Príncipe da milícia celeste, com esse poder divino, precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos, que vagueiam pelo mundo para a perdição das almas. Amém!

2 respostas para O diabo existe? Qual a sua opinião?

  1. Junior disse:

    Padre, tenho a certeza que o diabo existe, mais nada pode com o amor e o poder de Jesus. Não devemos dar tanto crédito a ele, mais sim aproximar cada vez mais daquele que pode tudo, Jesus Cristo. Que Deus sempre te abençoe Padre Alberto.

  2. jose umberto de lucena disse:

    Sinceramente também acredito que o Maligno existe e continua a querer levar os homens á perdição.Impossível não perceber sua ação no mundo, principalmente na violência e vícios nos nossos dias.É necessário que a Igreja avance cada vez mais nessa luta, desmascarando o Inimigo e levando todos a vitória pela Cruz de cristo.Amém.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: